About

ClioHost

Trabalhadores são encontrados em situação análoga à escravidão em Passagem Franca


Seis operários foram resgatados em concisões analógicas a escravidão em uma madeireira funcionava em um povoado em Passagem Fraca. O flagrante ocorreu depois de o MPMA receber denúncias anônimas. O proprietário da madeireira foi preso e não possuía nota fiscal e nem licença do IBAMA para a pratica de trabalho. De acordo com a justiça, os trabalhadores extraiam madeiras de forma ilegal, que eram vendidas à cerâmicas da região. No local, foram apreendidos dois caminhões sem condições mínimas de operação, duas motosserras e um revólver. A área cuja a madeireira foi montada não possuía nenhuma condição de higiene, banheiro, água potável e cama. Além disso, segundo informações do MPMA, os trabalhadores não recebiam alimentação adequada, nem transporte regular. Os seis operários trabalhavam direito a férias nem 13º salario, como também trabalhavam sem nenhum tipo de equipamento de segurança e dormiam em redes que eram armadas na escola onde funcionava a madeireira.




Fonte: Ministério Publico do Trabalho do Maranhão 

Postar um comentário

0 Comentários