About

ClioHost

Usina de energia solar é inaugurada em Sebastião Leal


A Usina Fotovoltaica Cornélio Adriano Sanders, localizada na Fazenda Progresso, no município de Sebastião Leal, foi inaugurada na sexta-feira (19). O evento teve a presença de fazendeiros da região e comitiva de secretários estaduais e do governador Wellington Dias.
Atualmente, o Piauí possui um dos maiores parques de energia solar do país, o Parque Solar de Nova Olinda, localizado no município de Ribeira do Piauí, com capacidade instalada de 292 megawatts (MW). A Usina Solar instalada na Fazenda Progresso tem capacidade de 1,6 Mega Watt Pico (MWp). São 5200 placas instaladas com 300 Watt Pico, cada.

Cornélio Sanders, fundador do grupo Progresso, falou sobre a idealização do projeto. “Tudo que tentamos fazer aqui é voltado para o social e com desenvolvimento sustentável. É uma política do Grupo Progresso. O investimento que fizemos aqui com a usina fotovoltaica vai tranquilamente suprir a nossa necessidade de energia para produção”, garantiu.

O governador Wellington Dias comemorou a iniciativa, que também vai gerar empregos na região. “O Piauí já o segundo maior produtor de energia do Brasil e o terceiro em energia eólica. Temos, aqui, um projeto inovador, o primeiro nesse modelo, e que teve todo apoio do Governo do Estado com incentivo e isenção de impostos. Um projeto que vem para gerar energia, emprego e renda para a localidade. Além disso, também comemoro a criação da fábrica de processamento de grãos que vai beneficiar produtores da região e de vários estados do país”, afirmou.
Entenda
A energia solar fotovoltaica é a energia obtida através da conversão direta da luz do sol em eletricidade. Isso ocorre através de um efeito fotovoltaico que é o aparecimento de uma diferença de potencial nas extremidades de material semicondutor, produzida pela absorção da luz. A célula fotovoltaica é a unidade fundamental para este processo.
Na ocasião, também foi inaugurada uma Usina de Beneficiamento de Sementes que tem uma capacidade de produção de pelo menos 450 mil sacos por ano. A unidade é totalmente climatizada e refrigerada para o clima piauiense, que geralmente degrada a semente antes mesmo dela ser germinada. A técnica consiste em resfriar o grão entre 12 a 14 graus Celsius para prolongar o mesmo vigor de quando ela é colhida. As sementes serão distribuídas pelo Piauí e também para outros estados do Brasil.
Veja mais fotos 




   
Com informações: Portal Cidade Luz


Postar um comentário

0 Comentários