About

ClioHost

Ano de 2018 começa agitado politicamente em Uruçuí, Piauí e no Brasil. Leia e Entenda.

O ano de 2018 deverá ser um ano de muitos fatos e versões políticas a serem contados, seja no âmbito federal, estadual ou municipal. O ano, que já começou, será justamente o ano eleitoral.
No âmbito federal, a política começa quente em 2018, pois está marcado para o dia 24 de Janeiro, o julgamento do recurso da condenação do ex-presidente Lula, no TRF – 4. Lula já foi condenado a 9 anos e seis meses de prisão pelo Juiz da Lava Jato, Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava-Jato em Curitiba.
Mesmo já sendo condenado a 9 anos e seis meses de prisão pelo Juiz da Lava Jato, Sérgio Moro, e sendo réu em outros processos, segundo pesquisas publicadas recentemente, Lula lidera com margem folgada o cenário político eleitoral.
No âmbito estadual no Piauí, Wellington Dias, que pretende disputar pela quarta vez o mandato de governador do Estado, vive momentos de liderança e ao mesmo turbulência em seu governo, com gente querendo entrar, aliados insatisfeitos e falando que irá sair, e ainda assim, pelo visto irá conseguir se reeleger, visto que a oposição ao governo do PT até agora não encontrou um adversário à altura que possa disputar às eleições.
No cenário político local de Uruçuí, o prefeito Dr. Wagner entra em seu segundo ano de administração frete a prefeitura de Uruçuí elogiado por aliados mais próximos, criticado por aliados insatisfeitos e pela oposição. E por isso as eleições de Outubro de 2018 prometem ser acirradas.
Na Câmara Municipal houve mudanças, o governo trocou a vereadora Eliane do Baltazar pelo suplente Sérvulo Carvalho. Sérvulo assume a vaga de Eliane e deve travar a partir de agora debates políticos acalorados contra a oposição naquela casa legislativa. Eliane foi para secretaria de meio ambiente, que antes era assumida pela professora Nilce, que foi indicada pela vereadora Berenice, que após votar contra o prefeito em um projeto de Lei teve sua relação com o executivo um pouco estremecida.
As eleições de Outubro de 2018 devem ser bastante acirradas no município, de uma lado terá a oposição com seu nome à estadual já definido, trata-se do atual secretário de assistência social, o deputado Zé Santana. Do lado do governo municipal ainda não há oficialmente por parte de Dr. Wagner um nome anunciado, porém o prefeito de Uruçuí deverá apoiar mesmo o atual deputado estadual Fernando Monteiro.
Fazendo parte da base, mas caminhando de forma independente, o PT deverá apoiar o atual diretor do Instituto de Águas e Esgotos do Piauí, Dr. Francisco para deputado estadual e o deputado federal e candidato à reeleição Assis carvalho, ambos do PT. Atualmente o PT possui dois representantes na câmara municipal de Uruçuí e ocupa, através de indicação do partido duas secretarias no governo Dr. Wagner.
Quem também entrou na “Onda” que caminhar de forma independente foi a vereadora Berenice Santos – Rede, que após se pronunciar e votar contrariamente contra um projeto do executivo na câmara municipal, e como consequência ter suas relações estremecidas com o governo municipal, a vereadora recentemente declarou apoio ao deputado estadual e candidato a reeleição Firmino Paulo – PSDB
Outro fato que aconteceu recentemente foi a adesão de líderes políticos ao grupo do prefeito Dr. Wagner. Líderes que tradicionalmente eram oposição antes, começaram a declarar apoio ao prefeito, fortalecendo seu time.
Por tudo isso e muito mais, podemos dizer que o ano de 2018 começou agitado politicamente em Uruçuí, no Piauí e no Brasil. 
 


Postar um comentário

0 Comentários