About

ClioHost

Conheça a história de Nayra Fernanda; a jovem Uruçuiense que está cantando e encanto a todos.

O Blog do Dudu traz essa semana mais uma entrevista exclusiva, agora com a jovem Uruçuiense Nayra Fernanda da Silva, a jovem cantora que está fazendo sucesso em Uruçuí e região. Com sua voz suave encantadora, Nayra está cantando e encantando a todos em suas apresentações musicais.

Confira a entrevista:

Blog do Dudu – Nayra fale um pouco de você, de sua história de vida.

Me chamo Nayra Fernanda da Silva, tenho 19 anos, sou de Uruçuí (PI). Resido desde que nasci aqui, no bairro aeroporto, de infância difícil porém não deixa de ter sido maravilhosa e muito marcante. Sempre fui determinada, de gênio indomável, daquelas de não aceitar baixar a cabeça pra nada, por nada e nem ninguém. Cativo muito a amizade das pessoas, e adoro sentir o carinho delas, porém por não carregar desaforos pra casa, alguns possam ter até uma visão negativa sobre mim, mais deixando claro que isso não influi muito pra mim.

Blog do Dudu – Atualmente você canta ao lado do Ricardo Seresteiro, mas já cantou ao lado de outros artistas de Uruçuí ou região?

Não. Ricardo foi a primeira pessoa a me dar uma oportunidade, temos 1 ano de parceria, mais pretendo em breve iniciar carreira solo, amo o que faço, e faço por amor.

Blog do Dudu – Por mais que você seja uma menina talentosa, você já sofreu algum tipo de preconceito ou descriminação pelo fato de você ser “negra”?  

Até hoje! Tenho comigo a tese de nunca ligar pra opiniões alheias, sou uma pessoa de opiniões formadas, nada que o próximo possa dizer sobre mim, sobre a minha cor, sobre o meu cabelo irá me afetar de alguma forma, me revolto por ainda existir esse tipo de preconceito tão besta. As pessoas adoram viver a vida dos outros e acabam esquecendo de viver a própria vida. O mau do Brasil são essa gente aí, pobre de amor e de respeito as pessoas. O meu cabelo, a minha cor e a minha forma de viver não influi nada na sua vida, então não tem porque você querer opinar ou se incomodar com àquilo que não lhe diz a respeito. Eu amo meu cabelo, minha cor e minhas origens, e não são esse tipo de coisas negativas que irá mudar alguma coisa.

Blog do Dudu – Antes de cantar, você trabalha em algum meio de comunicação?  

Sim. Na verdade comecei muito cedo, aos 13 anos fui para a rádio liberdade FM, levada pelo amigo locutor Gil Moreira, mais por ser muito indecisa do que queria, não dei muita importância e acabei não indo mais. 1 ano depois, conheci o amigo DJ Cristiano, que me levou para a rádio cidade, do Marcos Cardoso, onde trabalhei por alguns anos. Logo surgiu o convite do Marcos Cardoso, da TV Cidade (atual TV Cerrado), para trabalhar fazendo reportagens, tem alguns anos já, e volta e outra quando eles me intimam dou uma matéria, nada fixo, gosto de trabalhar na comunicação, mais tenho os olhos voltados para a música rsrs.

Blog do Dudu – Em qual cantor (a) você se inspira para cantar? 

Gosto de tudo um pouco, sou fã de forró das antigas, Simone e Simaria, Naiara Azevedo, Maiara e Maraísa, mais em especial mesmo é a diva Marília Mendonça!

Blog do Dudu – Quem mais te deu apoio para ingressar na música? 

Meus amigos, minha família em especial minha mãe Almira e minha tia Clecia.. Graças a Deus desde pequena ouvir comentários positivos sobre o meu dom, e sou grata a Deus por ele.

Blog do Dudu - Nayra, sua voz e seu nome já está bem conhecidos em Benedito Leite, Uruçuí e região, a aceitação é perceptível no momento em que postamos alguma coisa sobre você no Facebook e WhatsApp. Conte um pouco de como isso tudo começou?

Gosto de colecionar amigos (embora os inimigos venham de brinde). Sou carinhosa, gosto de me enturmar, ser popular. Sou amiga de todos aqueles que querem me ter como amiga, e tenho alguns anjos conselheiros na minha vida, que me ajudam diariamente nas batalhas.

Blog do Dudu - De onde vêm a inspiração para cantar, e principalmente, esse ritmo que faz tanto sucesso no país inteiro, que é o sertanejo universitário?

No começo me inspirei muito em Paula Fernandes, ritmo mais lento, apaixonante, depois conheci Marília Mendonça a 3 anos atrás e foi amor à primeira vista! Eu comecei a cantar com 9 anos na igreja de Santo Antônio e permaneci lá durante longos anos, mais desde mais pequenina que gostava de cantar no quintal da minha avó rsrs Sou de família de músicos, tenho tios artistas tanto na parte do meu pai como da minha mãe, na  verdade o amor pela música nasce junto com a gente, não é aquilo de adotar, já crescemos com aquilo que nos impulsiona e nos causa muita emoção, pois o verdadeiro artista sente emoção ao exercer aquilo que faz, e eu sinto muita emoção ao cantar.

Blog do Dudu - Quando criança, você imaginou algum dia trilhar o caminho da música?

Sim, sempre quando via um artista na televisão, me imaginava ali na mesma situação, pensava que era tudo muito fácil, mais depois que cresci percebi que não é tão fácil assim.

Blog do Dudu - Você está contando com o apoio de alguém em especial, nessa jornada? Há alguém ou alguma parceria que está sendo essencial para esse início de jornada?

Não, até o momento não, já surgiu alguns convites sobre uma futura carreira solo, estou pensando seriamente na ideia, dificilmente ao lado de alguém conseguimos almejar o que queremos, existem alguns passos que precisamos dar só.

Blog do Dudu - Deixe sua mensagem para todos que vão ler essa entrevista, e que com certeza são seus fãs.


Somente o muito obrigada por me acompanharem, por gostarem tanto do meu trabalho, tento através da música passar o melhor pra vocês, o carinho e as palavras de apoio vindas de vocês são sempre boas e bem vindas, sou multo honrada e grata por tamanho carinho e admiração.



Postar um comentário

0 Comentários